sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

UM BALANÇO DO CINEMA NACIONAL EM 2013

O cinema nacional comemora mais um ano de record de público,crítica e de produções.Segundo a ANCINE foram exibidos 120 filmes nacionais um número nunca visto.Mas como sempre número não é sinal de qualidade.Nosso cinema continua dependente das comédias de mal gosto produzidas pela Globo Filmes com suas produções mal roteirizadas e elenco novelizado.São filmes com piadas sobre falos,cheias de personagens homossexuais forçados (Apenas para capturar esse público),péssimas atuações e até entediantes como "O tempo e o vento" e "Se puder dirija".Mas basta uma rápida ida aos festivais que vemos muito filmes e curtas de extrema qualidade sendo produzido.Por quê então não vemos essas produções nos cinemas.A resposta ainda é a falta de janela de exibição,pouco recursos para financiar e desconfiança das exibidoras nas produções independentes.Resultado:O grande público fica refém das comedias de Fabio Bochat,Bruno Mazzeo e Companhia.
Temos sim um cinema inovador que produz nos mais diversos gêneros.O grande problema como disse certo crítico não é as comédias mais as boas produções que não chegam ao grande público.Teremos que nos consolar com lampejos de boas produções como "Cine Holliud" e "Tropicalia".
Yndrews Filliph