quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

OS CINCO MELHORES DOCUMENTÁRIOS DE EDUARDO COUTINHO

Em homenagem a um dos melhores cineastas do Brasil nosso blog traz no set list os 5 melhores documentários de Eduardo Coutinho.Aqui fica minha homenagem a esse grande homem e meu diretor de cinema preferido.

1-Cabra marcado para morrer.
O filme mais famoso de Eduardo Coutinho, sobre a vida e o assassinato de um líder camponês, começou a ser rodado em 1964, mas foi interrompido pelo Golpe Militar. O diretor só conseguiu retomar o projeto dezessete anos depois, procurando e mostrando o que aconteceu com cada um dos personagens que havia entrevistado, inclusive a viúva do camponês. O resultado foi uma das maiores obras-primas do cinema brasileiro e um dos documentários mais importantes da história.
2-Jogo de Cena
Coutinho estabeleceu um paralelo impressionante entre as mulheres de verdade e as atrizes de verdade. Quando Andréa Beltrão não segura as lágrimas ao “interpretar” uma mulher que não chora, é impossível se conter. Mas, além da comparação, há a investigação. As atrizes são entrevistadas em seguida sobre o processo de “tradução” das personagens. E quando você acha que não poderia haver mais, um golpe final: uma história triste se transforma em interpretação e uma personagem real surge para provar que as aparências enganam mesmo.
3-Edificio Master
“Primeiro, eu tento Piaget. Se não dá certo, eu parto para Pinochet.” A frase é de uma das cenas mais marcantes de “Edifício Master”, mosaico dos habitantes de Copacabana que Coutinho dirigiu em 2002 e um de seus melhores filmes. Ele invade os apartamento de 27 moradores do prédio que batiza o filme, do síndico que fala a frase do início do texto a uma garota de programa e um jogador de futebol aposentado. O conjunto desarmônico ajuda a construir uma imagem da sociedade carioca.
4-O homem que comprou o mundo
O primeiro longa-metragem de Eduardo Coutinho não foi um documentário. Essa comédia política se passa num país fictício chamado Reserva 17 e acompanha as desventuras de um jovem que tenta descontar o cheque de 100 mil strikmas recebido de um homem misterioso. Coutinho usa a história nonsense para fazer comentários sobre burocracia e corrupção e ainda alfinetar a ditadura, quando o personagem principal termina preso. Flávio Migliaccio, Marília Pêra e Hugo Carvana estão no elenco.
5-Peões
Filme que junto com “Entreatos”, de João Moreira Salles, formam uma dupla de trabalhos focados na figura de Luiz Inácio Lula da Silva. “Peões” resgata a história da luta sindical dos metalúrgicos do ABC paulista, resgatando os personagens centrais do movimento que conviveram com o ex-presidente, mas não ganharam notoriedade. Coutinho captura belas entrevistas e monta o cenário da ascensão de Lula: a senhora do cafezinho, a dona que adora xingar, o ex-cantor das assembléias e o viúvo que mora sozinho tem grandes histórias mínimas para contar.