sábado, 2 de janeiro de 2016

FILME DA SEMANA- OPERAÇÕES ESPECIAIS

CRÍTICA

Um retrato fiel da policia civil brasileira. Com uma crítica muito mais profunda e o desenvolvimento dos personagens de forma impar acompanhamos a personagem de Cleo Píres desde do momento em que ela vai prestar concurso para a polícia civil até sua ascensão no grupo de Operações Especiais (GOE). Vemos o sucateamento do serviço publico e os choque dos interesses políticos quando ser quer uma polícia honesta e bem preparada.
Um dos melhores filmes nacionais de 2015 toca na ferida dos perigos que a segurança publica enfrentar , as milicias e o jogo político que uma polícia séria tem que enfrentar.
 Esse é o papel do verdadeiro cinema entreter mais também fazer pensar e nisso Operações Especiais se destaca. Nota 8,5

TRAILER

SINOPSE

Não tem jeito: seja pela importância histórica ou pelo impacto das imagens registradas pela televisão, a invasão do Complexo do Alemão pela polícia do Rio de Janeiro é um prato cheio para o cinema. Sob os mais diversos aspectos, do psicológico ao social. De olho na diversidade de gêneros, o diretorTomás Portella (Qualquer Gato Vira-Lata e Isolados) resolveu explorar o tema em um filme de ação. Mais ainda: a partir da implantação das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora), abordou a sensível questão da honestidade da polícia e seu impacto perante a sociedade, além do papel da mulher dentro deste gigantesco mecanismo criado para, teoricamente, garantir a paz às comunidades. Esta é a ousada proposta do competente e didático Operações Especiais.