sábado, 3 de janeiro de 2015

UMA IGREJA DE PORTAS FECHADAS É SINTOMA DE DOENÇA ESPIRITUAL

 

    Em minha experiência na área de liderança sempre primei por uma coisa:Nunca por motivo nenhum fechar as portas da igreja em detrimento de evento de alguém.Isso nos remete a uma analogia:Quando nosso corpo está com uma enfermidade a maneira que ele nós chama a atenção que não está bem é através de uma febre,nódulos e manchas.Isso mostra que algo não vai bem.Quando uma igreja começa a fechar suas portas especialmente no fim de semana isso é um forte indicio de que as coisas não estão bem, que a liturgia não é suficiente,que a unção não é mais a mesma,que o alimento local é tão subnutrido que preciso recorrer ao vizinho.É como seu eu batesse na sua porta ao meio dia te pedindo comida.De onde vem esse problema:Primeiro antes de tudo isso é o reflexo da negligência pastoral o que sempre vem atrelado a desmotivação da liderança local; digo isso com conhecimento de causa.A anos atrás congreguei em um lugar que tudo era motivo para fechar a igreja dia de sábado de um show a uma data comemorativa.A gota d´água foi quando fechamos a igreja por quê era dia dos namorados.Detalhe o líder pastoral que devia está la realizando o culto estava na praia passeando.Outro motivo é uma liderança fraca e sem força suficiente sobre seus membros, se eu não respeito quem está a frente não tenho motivos suficientes para está num lugar cultuando sob a liderança de algo fraco.Outro é uma membresia fraca e sem amor pela sua igreja:A palavra não é mais suficiente tem que ter uma atração.Crentes que vivem de eventos são medíocres,problemáticos e parcos teologicamente.Não digo que não fechemos para um intercâmbio, uma viajem ou uma data própria da igreja.Mas uma igreja de portas fechadas é como um hospital que não funciona.Sempre existirá quem possa cultuar. Por está razão fico com o que Jesus disse a Samaritana: “Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.” 
João 4:23
Yndrews Filliph