segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

INVENCÍVEL A MELHOR HISTÓRIA DE PERDÃO DO CINEMA

Durante a Segunda Guerra Mundial o atleta olímpico  Louis Zamperini foi capturado pelo Japoneses após passar 47 dias  a deriva lá sofreu toda sorte de humilhação e restrição na mão de seu algoz conhecido como  “O pássaro”. Ao fim da guerra Louis foi solto e cumpriu seu voto a Deus que se sobrevivesse o serviria para toda a vida mais uma coisa lhe faltava perdoar seu algoz. Louis viajou de volta ao Japão onde em uma cerimônia pública reencontrou seus carcereiros e os perdoou o único que não teve coragem de ir foi  “O pássaro”. Louis viveu seus últimos dias em paz e realizou o desejo de participar de uma olimpíada novamente quando carregou aos 80 anos a tocha pelas ruas do Japão. Está história está registrada no novo filme de Angelina Jolie chamado “Invencível”. Mas que uma saga moderna a vida de Louis é um exemplo de perdão. Assim como muitos ele viu que a única paz que poderia ter era dar perdão. O perdão cura a alma, nós liberta daqueles que nos machucou e mais ainda é o modo mais Cristão de nós aproximarmos de Deus. Assim como em Mateus 18.21-22 temos o desafio de perdoar não uma vez mais setenta vezes sete.

Yndrews Filliph