segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

A CULTURA TROPA DE ELITE

A algum tempo conversando com colegas jornalistas, falamos sobre as pautas dos programas  policiais que passam ao meio dia na Paraíba. Algo bem devastador. Você estar almoçando e ao meio dia você é confrontado com homicídios bárbaros ,regados ao sensacionalismo, em nome da cultura que certo jornalista intitulou de a “Cultura Tropa de elite”, até uma produção cinematográfica chamada “O abutre” retratou ela. Muitos jornalistas relatam que em nome da audiência são obrigados a trocarem muitas de suas pautas por matérias de assassinato e violência editadas de formas sensacionalistas. Em Isaias 3.15,16 tem algo impactante: “O que anda em justiça e fala o que é reto, o que despreza o ganho da opressão, o que com um gesto de mãos, recusar suborno, o que tapa os ouvidos para não ouvir falar de homicídios...este habitará nas alturas”. Após lermos essa passagem somos alarmados de quantos lares estão sendo destruídos por essas noticias. Que bem lhe traz saber que um ex presidiário morreu em Mandacaru. Por conta dessas coisas a síndrome do pânico toma conta e aprisionar tantas pessoas com medo de perderam suas vidas na esquina. Para habitar nas alturas deixe essas coisas de lado. Não alimente uma audiência antibiblica.

Yndrews Filliph